Índia – Entrevista com Ana Camila, que viajou sozinha pelo país

Índia – Entrevista com Ana Camila, que viajou sozinha pelo país


Muitas mulheres têm vontade de viajar para a Índia, mas o medo de ir sozinha é o que mais pesa na decisão. Viajar sozinha não é fácil, ainda mais para a Índia, um país bem diferente e que desperta a curiosidade de muitas pessoas.
Fiz uma entrevista com a Ana Camila Rodrigues, ela tem 34 anos, é de Goiânia e bióloga. Ela já viajou para vários países e foi recentemente para a Índia sozinha, comemorar o Festival Holi (março 2016).
TODA A ENTREVISTA AQUI

IMG_7756
“Você não precisa ser grosseira mas também não tem que ser a miss simpatia, se elogiarem agradeça e siga seu caminho, principalmente nos hotéis. As outras questões de segurança são as mesma que uso em todos os lugares, sempre bolsas pequenas, não ande com muito dinheiro e o guarde bem. ” (Ana Camila)

image

TODA A ENTREVISTA AQUI

Siga a página Namastê Mundo no Facebook e acompanhe todas as novidades sobre a Índia.

Instagram: @joicegabriela
Namastê até a próxima publicação…

Índia- 7 Dicas de segurança para namoros online

Índia- 7 Dicas de segurança para namoros online

Depois que o mundo ficou sem fronteiras com a facilidade de comunicação graças à internet cada dia é mais comum pessoas se conhecerem virtualmente e começar um namoro e a partir daí se aventurar em uma relação onde não se conhece quem está do outro lado.Tantos casos de brasileiras se envolvendo com indianos e muitas vão a esse encontro às cegas em busca de um sonho e acabam sozinhas em um país desconhecido e sem ninguém para recorrer. Sem dinheiro, sem falar a língua, os documentos acabam nas mãos desse homem que você confiava e a história se repete, milhares de mulheres com o emocional abalado e se submetendo a um sofrimento que poderia ser evitado. Então muito cuidado para que o príncipe não vire um sapo.


1- Fale para ele vir ao Brasil

Em primeiro lugar fale para ele vir ao seu país, conhecê-lo aqui ao lado da sua família e amigos é mais seguro. Não se aventure a ir a um país encontrar alguém que você não conhece, principalmente sem dinheiro. Não vá dependendo de alguém que você julga conhecer. O príncipe pode virar um mostro e há inúmeros casos de violência, cárcere privado, e depois muitas mulheres não tem como voltar para casa, e ficam nas mãos de um homem que julgava ser boa pessoa.

2- Excesso de intimidade

Não passe dados pessoais para uma pessoa que você está acabando de conhecer. Por mais óbvio que isso possa parecer muitas mulheres acabam se esquecendo disso. Não envie dinheiro, não passe seu endereço. Não vá contando todos os detalhes da sua vida para uma pessoa desconhecida. Vá com calma e tome cuidado.

 

3- Procure saber sobre ele

Saiba sobre a forma como ele e a família pensam, se possuem alguma restrição religiosa. Saiba sobre a cultura indiana. Pesquise o perfil profissional dele no Linkedin. Perfil pessoal no facebook. Veja amigos, familiares. Veja se as fotos são as mesmas. Depois que ele te contar uma história depois de algum tempo pergunte novamente sobre o assunto, verifique se a história é a mesma ou se inventa outra, ou se partes da história não coincidem. Pessoas que mentem não conseguem lembrar de muitos detalhes. Procure falar por Skype, veja suas reações, se ele fala que a família te aceita então fale com eles também e cuidado com perfis falsos na internet. Muitos já são casados, mentem sobre emprego, enviam fotos que não são verdade, possuem mais de um perfil e as vezes falam com várias ao mesmo tempo.
4- Cuidado com fotos e vídeos

Não envie nada que possa te comprometer. Você não sabe onde suas fotos e vídeos podem parar. Pela cultura reprimida, falar de sexo na Índia ainda é um grande tabu e muitos indianos querem isso, se divertir com estrangeiras mas depois vai casar com a noiva que a família escolher. As brasileiras estão em busca de um príncipe encantado, de romance e de um grande amor e as vezes por carência pode acabar envolvida por uma pessoa idealizada, mas que não existe. Fique atenta, tome cuidado e procure seguir sua intuição, se algo lhe parecer suspeito, se você por algum momento tiver dúvidas, preste atenção aos sinais (por mais bobos ou simples que possa parecer). Muitos mentem sim, falam o que não sentem e muitas mulheres acabam envolvidas e enganadas.


5- Cuidado com golpes

Muitos estão interessados em sair da miséria que vivem, querem dar golpes (mãe doente, astrólogos, quer começar a organizar o casamento de vocês…) As mentiras podem ser várias. Muitos querem casar para ter cidadania brasileira pois o Brasil possui muitos acordos de entrada com outros países, principalmente Europa. Procure saber mais sobre a pessoa que lhe faz juras de amor. Há inúmeros casos onde o Itamaraty alerta sobre isso. Todo cuidado é pouco.

6- Ao ir para a Índia

Vocês se falam  todos os dias, já conversam a muito tempo e a conversa chegou ao ponto que vocês querem se conhecer pessoalmente. Volte e leia o item 1 novamente (Peça a ele para vir ao Brasil primeiro). Mas ele falou que não tem como vir, emprego, família, que é melhor você ir, que paga a sua passagem, que você não precisa se preocupar com nada. MUITO CUIDADO SE VOCÊ ESTÁ NESSA SITUAÇÃO. Se você resolver ir a Índia não vá dependendo de ninguém. Tenha dinheiro para todas suas despesas e para a volta. Fique em um hotel e não dê o nome e endereço de onde está para o indiano. Informe sua família e dê detalhes de onde está, passe nome, endereço, todas as informações que tiver sobre o indiano que irá encontrar. E cuidado com seus documentos.Qualquer problema entre em contato com o consulado brasileiro.

7- Não aceite chantagem

Ao perceber que está sendo enganada e ao tentar se desvincular dessa relação muitos começam a fazer chantagem emocional. Falam que vão morrer, que te ama e não vai suportar, que será uma vergonha para a família e amigos, que não conseguem comer, dormir, trabalhar, te envia email o tempo todo, ameaças, mensagens, ligações… Não se deixe abalar com chantagens emocionais. Ele irá sobreviver, não se preocupe.


Claro que todos esses problemas não acontece apenas com indianos, homens com boas e más intenções estão por todo mundo e devemos estar sempre atentas. O amor não possui manual de instruções. Mas é bem nítido quando você vê o interesse de alguém fazendo tudo para estar do seu lado e de alguém que o tempo todo inventa desculpas. Então fique de olho, amor não sobrevive de teorias, palavras bonitas e promessas, são atos diários. Espero que tenha gostado das dicas e que as use. Cuidado e fica o alerta.

Namastê, até a próxima publicação.

O jeito indiano de ser: Parte 3 (final)

O jeito indiano de ser: Parte 3 (final)

Como vocês sabem sou Colaboradora no Blog Brasileiras Pelo Mundo. Saiu a terceira e última parte do Jeito indiano de ser.

O jeito indiano de ser tirou de mim todo controle que gosto de ter sobre cada passo, tudo é incerto demais e, sim, dá para viver com pouco, estamos cheios de excessos. Não julgar é muito difícil, se colocar no lugar do outro também é. No meio de tantas dificuldades, você percebe que o povo da Índia, em sua maioria, é batalhador, e que às vezes reclamamos demais com a barriga cheia. Cada dia, um novo aprendizado: Você aprende que o mundo e as pessoas são muito diferentes e você deve respeitar isso. Respeite as diferenças. E, no fundo, todos são muito iguais, todos estão buscando seus sonhos, todos estão apenas buscando ser feliz! …

Para você que não leu confira toda a postagem: O jeito indiano de ser: parte 3 (Final)

Página no facebook: Namastê Mundo por Joice Gabriela confira e acompanhe as novidades.
Instagram: @joicegabriela
Bjos, obrigada por me acompanhar