A arte de conviver: 10 Dicas de boa convivência

A arte de conviver: 10 Dicas de boa convivência

Escrevi antes sobre os Desafios de morar longe de casa e o maior desafio é a convivência com pessoas de diferentes partes do mundo. Diferentes valores, criações, idioma, hábitos, alimentação, manias, tradições, então se todos não tiverem o mínimo de bom senso e Respeito essa convivência pode ser insuportável e acabar virando um campo de guerra.
Cada pessoa possui uma personalidade e comportamentos. Algumas são mais brincalhonas, outras reservadas, sistemáticas, divertidas, sérias… enfim, você nunca sabe com quem está lidando.

  
O diálogo é sempre a melhor saída, você tentar entender o porque de compartamentos e atitudes que para você são tão diferentes. Algumas pessoas claro não estão dispostas a ouvir, outras vão relevando tudo até o ponto de explodir e é ai que mora o perigo. Diante de tanta confusão o melhor mesmo é saber que você não mora sozinho, nem está lidando com sua mãe, que acha lindo tudo o que você faz e passa a mão na sua cabeça. Ninguém é idiota, ninguém gosta de se sentir bobo e usado quando é conveniente. Então cuidado!

Vamos lá as Dicas de Boa Convivência:

1- Para fumantes

Respeite os lugares comuns do lugar que divide.  Não fume na sala ou no quarto, respeite quem Não Fuma. Vá para a varanda, janela, ou vá fazer uma caminhada. Respeito é bom e todo mundo gosta.

  
2- Se sujou, lave

Essa é simples, mas poucos fazem. A louça é um eterno dilema, pois muitos gostam de pegar tudo limpo e não lavar depois. Mas isso é uma tremenda falta de respeito com o seu colega. Serve também para sujeira ao cozinhar e no banheiro. Sujou, limpou, simples!

3- Chegue em silêncio

Tem pessoas que pensam que moram sozinhas, ou que estão na Disney. É cada viagem… Ok, você pode chegar a hora que quiser. Apenas não faça escândalo, principalmente se estiver bêbado (a). Respeite quem já está dormindo e amanhã cedo precisa acordar para ir trabalhar. 

  
4- Música alta

Cada um tem seu estilo musical, não precisa colocar para todos ouvirem, use seu fone de ouvido, isso também serve para chamadas e conversas no Skype. Ninguém precisa ouvir sua conversa.

  
5- Lixo no lixo

Restos de cigarro, cascas de bananas, embalagens de bolachas, chocolates, jogue no lixo, não no sofá, mesa ou no chão. Você não tem empregada, e mesmo se tiver ela não é obrigada. E se comeu vale a mesma regra, lave, não deixe nada espalhado pela casa, juntando moscas, baratas e formigas. Bom senso e respeito é sempre bem vindo.

6- Não Roube

Isso vale para tudo, roupas, itens que não lhe pertence. Mas o principal que acontece é o roubo da comida! Você tem o cuidado de ir no mercado até mais de uma vez na semana, mas tem sempre aquele espertinho que pega a comida alheia sem nem pedir ou comunicar. Simplesmente quando você vai comer, sumiu, beberam seu leite, mas deixaram um restinho, aquele só para te matar de raiva, que nem dá o fundo do copo, era melhor se a criatura tivesse bebido tudo. Iogurte, café, frutas, cebolas, bolachas, tomates… tudo some! Isso é um absurdo! Peça então, ninguém vai te negar algo para comer. Depois você compra e repõe o que pegou. Essa situação de você ir comer algo e depois perceber que desapareceu “misteriosamente” é muito chata. Muitos pegam a comida do outro na cara dura! Falta de respeito. Olha, ninguém é obrigado a te bancar não, vá ao mercado e pare de ficar pegando a comida que não é sua! Coisa feia! 

  
7- Cuide da sua bagunça

Tudo bem se você não quer manter suas coisas organizadas, mas por favor fique no seu limite, não jogue a bagunça para a cama da colega, porque ninguém é obrigado.

8- Se pegou, devolva!

Tem sempre os amigos que gostam de pegar um carregador, um livro, um fone de ouvido, às vezes está no táxi ou mercado não tem dinheiro trocado. Enfim, se pegou emprestado, devolva, por mais que você pense que era pouco dinheiro, a pessoa nem está precisando daquele item pois tem dois. Não importa! Se não é seu, devolva, foi apenas uma cordialidade, um gesto de gentileza, saiba conquistar esse voto de confiança, ou então não terá um próximo empréstimo.

Se você pegou algo emprestado, seja uma roupa, um acessório, um sapato, ao devolver que esse objeto esteja limpo e no mesmo estado de quando você pegou. Se sumir, quebrar, estragar, manchar você é responsavel em devolver em perfeito estado ou arcar financeiramente com todos os prejuízos. Então, muito cuidado ao pegar algo emprestado.

Maquiagem: tudo bem você pedir para testar um dia o corretivo, uma sombra, um batom… agora todo dia não! Maquiagem é um item pessoal que pode dar sérias alergias, então cada um tem que ter o seu material.

  
9- Com licença, me desculpa, obrigado.

Se errou, peça desculpas, saiba ouvir o que outra pessoa tem a lhe dizer, mostrar um outro ponto de vista, deixe o orgulho de lado, aprenda com seus erros. Peça licença para usar algo que não é seu, pergunte sempre que tiver alguma dúvida, ao chegar no lugar novo caso alguém não lhe apresente como funciona alguns itens como lava-louça, máquina de lavar, peça para alguém lhe ensinar. Porque dependendo de cada país tudo muda, como a voltagem dos seus aparelhos. O funcionamento de um eletrodoméstico, se determinada voltagem pode ligar secador… Pergunte e esclareça todas as suas dúvidas antes de acontecer o problema. Depois que você deixar o seu andar sem luz, queimar todos os equipamentos ai será tarde. Agradeça sempre! Sempre que alguém te ajudar, se mostrar presente, se te ouviu, se te ensinou algo novo, agradeça!

  
  
10- Respeite as diferenças!

O Respeito eu coloquei como último tópico mas é ele que sustenta todos os itens anteriores e é ele a Base de Tudo, de todos os relacionamentos. Quando há respeito pelo outro, pelo espaço de outra pessoa, respeito por você, pelo mundo, tudo flui. Aprenda a ver o lado positivo das situações e das pessoas. Se não tiver nada de bom para falar, fique calado, se não for para ajudar não atrapalhe. Conviver é muito difícil, mas respeitando o mundo do outro e tendo carinho por uma pessoa que você está acabando de conhecer é o primeiro passo para uma amizade muito enriquecedora e você terá experiências que o farão crescer, amadurecer e aprender muito. Aproveite a diversidade.

  

Jeito indiano de ser (Parte 2)

Jeito indiano de ser (Parte 2)

Como vocês sabem sou Colaboradora no Blog Brasileiras Pelo Mundo. Saiu a segunda parte do Jeito indiano de ser. O jeitinho indiano é infinito e por isso tive que dividir o texto para não ficar cansativo, mas mesmo assim, como falei anteriormente, ainda ficará muita coisa a ser dita. 

Para você que não leu confira toda a postagem: O jeito indiano de ser: parte 2

Página no facebook: Namastê Mundo por Joice Gabriela confira e acompanhe as novidades.
Instagram: @joicegabriela

Bjos, obrigada por me acompanhar

Namastê 🙏🏻😊

  

Os desafios de morar longe de casa…

Os desafios de morar longe de casa…

Viajar e sair do seu país é uma difícil escolha. Sair de casa e ir em busca de melhores condições de vida e conquistar seus sonhos não é uma tarefa fácil. A vida não é fácil. Morar com pessoas de diferentes partes do mundo é uma das experiências mais loucas, irritante e ao mesmo tempo divertida. Depende claro do seu humor, da sua idade, do seus aprendizados… É enriquecedor.

É fácil se apegar em tão pouco tempo com as pessoas que moram com você, mesmos sonhos, mesmos desafios, dilemas e assim como você estão longe da família e amigos…

IMG_7656-0

Alguns claro nem tão fácil assim a convivência, tantas diferenças, seja de costumes, valores, pensamentos, atitudes perante a vida. Querendo ou não acabamos criando expectativas sobre uma pessoa que mal conhecemos, nos apegamos, nos decepcionamos, nos surpreendemos…. Todos tem algo a lhe mostrar, a lhe ensinar. O grande desafio ao se morar com várias pessoas diferentes é a massacrante convivência, a rotina e as esquisitices e manias do dia a dia. Nem sempre as pessoas respeitam os limites da boa convivência, muitas não tem bom senso e são extremamente folgadas! Coisas que para você é um absurdo, para outra pessoa é perfeitamente aceitável. Você se estressa e perde a paciência com algumas atitudes, mas na manhã seguinte continua tudo igual.

IMG_7653-0

É fácil julgar o outro, criar inimizades, picuinhas, mas com o tempo você percebe que tudo isso é pura perda de tempo e energia. Porque as pessoas não te escutam, elas só aprendem com o próprio erro. Então faça a sua parte e procure não se deixar contaminar com o que acontece ao seu redor.

Você jamais vai saber exatamente as motivações verdadeiras que levaram aquela pessoa a sair da sua casa e ir para um lugar totalmente desconhecido, morar com estranhos, lidar com uma rotina dura em um país tão diferente do seu. Muitos estavam trabalhando fixo e insatisfeitos decidiram arriscar novamente, outros tinham a promessa de um bom trabalho e nem sempre a realidade é essa. Outros terminaram o relacionamento e decidiram viajar, outros apostaram na sorte, alguns estão fugindo e estão tentando se encontrar, alguns vão estudar, outros estão aproveitando o momento, deixando a vida os levar… Cada razão uma conseqüência, você nunca saberá exatamente o que se passa na mente e no coração de ninguém.

No dia a dia você até passa a conhecer mais um ao outro, alguns se tornam verdadeiros amigos, irmãos para toda uma vida. Outros continuam sendo desconhecidos.

Cada pessoa te ensina algo, e ao ouvir tantas histórias e a dividir um dia a dia cheio de acontecimentos, incluindo chatices, histórias engraçadas, pessoas loucas, barraqueiras, tem de tudo. É a festa que vai junto, é o atraso do motorista, é o trabalho difícil que enfrentou no dia, ou aquele trabalho bom de fazer, é dividindo a pipoca o chocolate, ir no mercado junto, cozinhar junto, ver um filme, aprender um novo prato, um novo costume, uma nova palavra, um novo idioma…dramas, risadas, fofocas, reuniões, trabalho, choros, alegrias, dúvidas, brigas, festas, indignações, confidências, você se conecta e conhece o outro dia pós dia e dessa forma cria vínculos eternos…

Muitas vezes você julga o outro sem saber e depois descobre através de uma boa conversa o porque de muitas coisas, e você de certa forma começa a calçar aqueles sapatos pesados e a trilhar um caminho para se colocar no lugar do outro e começa a entender muita coisa…

Muitas pessoas vão te ajudar, ou tentar, mas no fim você saberá que possui uma força que nem sabia que existia, pois em certos momentos a única pessoa que você poderá contar é com você mesmo! A saudade de casa, da família, dos amigos vai ser grande, e em todos os momentos você vai se questionar se o que está fazendo é o certo. Em certos momentos você está tento uma experiência tão incrível e queria que alguém especial estivesse lá, como a sua mãe, e ela não está. Agradeço a tecnologia ao skype , whatsapp e outros aplicativos que de certa forma me ajudaram a superar a ausência da minha família e amigos e poder ver mesmo que por fotos, escutar em seus áudios ou ler em suas mensagens que estão bem,  que estão felizes. Sei que perdi muitas coisas por não estar em corpo presente mas meu coração e meus pensamentos sempre estão com vocês. É preciso mesmo muita coragem em sair do conforto da sua casa e se aventurar pelo mundo.

Quando o momento do adeus se faz presente é muito difícil, difícil dizer até breve e para alguns dizer Adeus… Triste mesmo é se despedir mesmo junto, mesmo tendo a convivência diária e sentir que aquela pessoa se foi… Despedidas são sempre tristes, odeio despedidas, você se apega muito, aquela amizade tão bonita e aquela segurança que você tinha vai embora.

IMG_7654-0

Cada um segue um novo caminho e depois é torcer para que a vida se encarregue de novos reencontros… Torcer para que tudo de bom aconteça. É bom contar com a facilidade da tecnologia, mais não é a mesma coisa, apenas alivia a saudade. Saudade é algo que dói, e com o tempo você vai se acostumando, seguindo a vida porque ela não te espera, ela simplesmente segue, e você também vai no embalo. Triste as despedidas, mas muita felicidade por encontrar pessoas tão queridas e tão como a gente do outro lado do mundo. São esses encontros que fazem cada dificuldade valer a pena. Muitos aprendizados e é bom lembrar com carinho de quem passou na sua vida e deixou uma mensagem positiva e para aqueles que você teve dificuldade em lidar também o nosso muito obrigada pelas lições deixadas.

Leia as 10 Dicas de boa convivência.

 

Índia- ô didi, ô didi me dê a sua mão!

Índia- ô didi, ô didi me dê a sua mão!

Andando pelas mesmas ruas as lembranças da primeira vez que estive aqui continuam presente. Da primeira vez estava assustada com tudo, com o lixo, as pessoas me encarando, tudo tão diferente, as buzinas, o trânsito, a pobreza, o caos… Já hoje passo pelo meio dos carros, travessias de zigue zangue, as buzinas já não me incomodam tanto, as pessoas pedindo continuam em grande número, isso é algo que não sei quando vai mudar. Meu emocional está mais equilibrado.A cada dia um novo personagem, e um novo anjo cruza seu caminho. Não sei dizer quantas vezes me senti pequena, impotente diante de tudo o que vi, de tudo o que vejo e segurei as lágrimas muitas vezes, mas ao chegar em casa desabo.

IMG_7649 
Você sempre pensa que vai estar melhor em uma próxima visita, mais forte, mais preparada, prevenida contra tudo, mas não, e tudo volta como um filme, aquele que você não quer ver novamente. Mas as cenas se repetem e estão passando pelos seus olhos a cada segundo. Como no filme cada pessoa vai ter a sua interpretação. Para mim é difícil manter o controle emocional diante de tanta desigualdade, diante de tantos sem ter o que comer, onde morar, e você começa a se questionar, questionar o mundo, as relações humanas, igualdade, Deus… Onde está esses milhares de Deuses que todos são devotos? Esse Deus que você tanto espera não pode ser Você? Você não pode estender a mão, ter um ato de doação? Ajudar o seu irmão? … Melhor ignorar meu irmão, lavar as mãos, desviar o olhar… um povo de crenças tão enraizadas que preferem atribuir tudo que lhes acontece ao destino, ao Karma… Na Índia você tem a dura lição de que reclamamos demais por coisas tão bobas.


A vida fica até fácil dentro de um carro com motorista e ar condicionado. Mas quando você decide enfrentar as mazelas fora do seu mundo talvez seja forte demais. Você observa as crianças com bebês no colo pedindo, a maioria dopada por drogas para se manterem calmas e dormindo. Idosos, deficientes, Lady boys (aqui eles são o terceiro sexo. Acredita-se que eles têm o poder de abençoar ou amaldiçoar) todos disputando sua atenção debaixo de um sol escaldante, pessoas sem teto, algumas vivendo embaixo de viadutos, em “casas” improvisadas com lonas, sem nenhum saneamento básico, todos sujos, com bebês e crianças no meio desse caos, no chão, na terra, pedindo no meio das ruas, dormindo no chão, famílias inteiras…


Fico imaginando o dia a dia dessas pessoas, como fazem para se alimentarem, tomarem um banho, como trocam e lavam a roupa, mas muitos nem possuem roupa. Coisas tão normais para nós, para você que tem a oportunidade de ler esse texto, que não imagina sua vida sem internet, você que tem um teto, comida, roupas, cama… já se imaginou estar no lugar dessas pessoas e não ter nada?! Uma vida extenuante, dura, de pobreza extrema. Imaginou? Fica um sentimento ruim, de impotência, angústia… Pessoas trabalhando exaustivamente sem nenhum equipamento de proteção, em prédios, nas ruas. Vendedores de tudo nos faróis, livros, revistas, frutas, tapa sol, incenso, amendoim, carregadores para celulares, comidas… Por todos os lados barracas de frutas, verduras, vendedores de chai, comidas típicas… Mumbai não para!

Indo para o mercado, na rua do shopping as crianças continuam aqui, puxando com uma mão a sua roupa e com a outra mão fazendo gesto que quer comida, estendida pedindo por dinheiro, e falando sem parar: ô didi, ô didi, que significa irmã mais velha. Sim, nada mudou, apenas eu mudei, e me transformo a cada dia.

As vezes estamos em um momento difícil e pensamos que a situação não poderia ficar pior, mais a verdade é que pode sim, a vida pode ser bem pior, infelizmente. A Índia é um professor duro que se mostra para você em todos os momentos, que te olha no fundo dos olhos e doe na alma….

O jeito indiano de ser: parte 1 

O jeito indiano de ser: parte 1 

Falar do jeito indiano é muita responsabilidade e ainda vai faltar muita coisa a ser dita. Quando falo nos meus textos sobre a Índia ou sobre outra experiência a respeito de morar na Índia, jamais generalizo nada. Tudo é incerto, cada pessoa vai ter a sua interpretação desse país tão diverso.
Quando saímos do nosso país, não podemos esperar uma vida fácil, porque se adaptar a uma nova cultura exige muita paciência e flexibilidade, mas se você estudar a cultura com antecedência, souber escutar a sua intuição, observar com olhos gentis, der a oportunidade para o novo e para as pessoas que cruzarem o seu caminho, você terá belas surpresas nessa louca aventura que se chama vida. Estar na Índia ou em qualquer outro lugar do mundo é apenas um detalhe. Nada será fácil. …

Sou colaboradora no Blog: Brasileiras Pelo Mundo. Se você ainda não conhece confira lá toda a postagem: O jeito indiano de ser: parte 1 

Página no facebook: Namastê Mundo por Joice Gabriela confira e acompanhe as novidades.

Bjos, obrigada por me acompanhar

Namastê 🙏🏻😊

  

 

Casamento de uma estrangeira e um indiano

É comum na Índia o casamento arranjado. São os pais que muitas vezes decidem com quem os filhos irão se casar. Na divisão de castas se casar com alguém fora da sua pode até gerar conflitos e problemas futuros, então o normal é se casar com alguém da sua mesma casta. Agora imaginem, dentro de todos esses costumes, quando alguém decide se casar com alguém de outra casta, ou com uma estrangeira? Sim, claro que tem exceções, é possível e foi o que aconteceu com a minha amiga. Ela foi trabalhar em Mumbai e acabou conhecendo o seu futuro marido. Ela é mexicana e se casou com um indiano. Todos da família dele gostam muito dela, tratam-na como uma filha. Fui convidada para o casamento e então comecei a pensar em com que roupa iria; seria meu primeiro casamento aqui na Índia. …

Sou colaboradora no Blog: Brasileiras Pelo Mundo. Se você ainda não conhece confira lá toda a postagem: O casamento de uma estrangeira e um indiano.

Página no facebook: Namastê Mundo por Joice Gabriela confira e acompanhe as novidades.

Bjos, Obrigada por me acompanhar.

Namastê 🙏🏻😊